Hanyu Yuzuru está treinando duro para a próxima olimpiada de inverno

Hanyu Yuzuru herói japonês das olimpíadas de inverno

Hanyu Yuzuru, herói japonês das olimpíadas de inverno,   confirmou que vai competir na patinação artística na próxima temporada, após o cancelamento do Campeonato Mundial de Patinação Artística ISU 2020.

O duplo medalhista de ouro olímpico do Japão não havia indicado anteriormente que continuaria além de 2020, mas revelou em um comunicado que continuará a patinar depois de completar sua carreira “Super Slam” nos Quatro Continentes do mês passado em Seul.

Hero Factory Brazil -História do mangá partes 6

 

Hanyu Yuzuru disse: “Quero agradecer a todos aqueles que me apoiaram até o final desta temporada.

“Vou trabalhar muito para a próxima temporada, quando espero ir acima e além do nível que estou agora.” – Hanyu Yuzuru

O evento foi agendado para o Bell Centre de Montreal de 16 a 22 de março.

O governo canadense da região de Quebec decidiu na quarta-feira (11 de março) cancelar o Campeonato Mundial devido às incertezas relacionadas à pandemia do Coronavírus (COVID-19).

Venha fazer uma aula grátis On Line de Mangá

https://www.dusite.com.br/curso-online-aula-inaugural-gratis-de-desenho/

Hanyu Yuzuru, bicampeão mundial, disse: “Esse cancelamento me levou a pensar muito sobre o coronavírus e também sobre outras infecções e, por causa disso, sinto agora a necessidade de prestar mais atenção em como vivo a cada dia.

“O cancelamento é certamente decepcionante, mas ao mesmo tempo, sinto uma sensação de alívio por saber que pode ajudar a reduzir o risco de contágio não apenas para os atletas, mas também para os espectadores e a equipe que dirige o evento. – Hanyu Yuzuru

“Agradeço ao ISU por tentar, até o último minuto, nos oferecer um fórum de competição em meio a esses tempos difíceis.” Ele adicionou.

Seu principal rival, Nathan Chen, estaria em busca de um hat-trick de títulos mundiais em Montreal, com o americano invicto nas competições desde os Jogos PyeongChang 2018.

Os duas vezes medalhistas de dança no gelo, Madison Chock e Evan Bates, ganharam a prata na final do Grande Prêmio depois de se mudar para Montreal para treinar ao lado dos atuais campeões mundiais Gabriella Papadakis e Guillaume Cizeron.